terça-feira, 23 de agosto de 2011

Sinal de fumaça da nossa amiga Ade!

Meninas arteiras...
Acabei de falar com a nossa amiga Adenilse, que está a trabalho lá na aldeia Pavuru. O sinal de fumaça enviado por ela chegou com sucesso. Ela deixa um abraço pra todas e ainda que entregue um abraço e os parabéns pra nossa querida amiga e "sincera" Élidi. O sincera foi por minha conta... rsrsrsr.
Disse ainda que é muuuuuuito longe e muuuuuita água, mas ao mesmo tempo é muito lindo. Está registrando todos os momentos. Não perde um flash.

Abraços,
Ketheley

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Alergia a esmalte


esmalte além de deixar nossas unhas bonitas, auxilia no fortalecimento e protege de agressões diárias. Mas o que a maioria das pessoas não sabe, é que ele pode causar alergias. Os principais causadores de reações alérgicas estão presentes na composição dos esmaltes, como o formaldeído, que está presente na resina do esmalte e tem como função dar a aderência e a durabilidade ao produto, o tolueno, que é um solvente da fórmula tradicional de esmaltes e a mica, que é um pigmento utilizado nos esmaltes cintilantes e perolado.
O nome que se dá a esta alergia é dermatite de contato ou eczema de contato. Os principais sintomas da alergia a esmalte de unha são inchaço nas pálpebras, vermelhidão e coceira no pescoço, rosto e mãos.

Como posso saber se tenho alergia a esmalte de unha?

Apresentando os sintomas da alergia a esmalte de unha, o ideal é procurar um médico para fazer um teste de contato. Aplica-se uma fita nas costas da paciente contendo 35 substâncias, entre elas o formaldeído e as resinas presentes no esmalte. Após 48 horas a fita é retirada e é feita a primeira avaliação, observando se ocorreu reação alérgica e a qual substância esta reação corresponde. Uma segunda avaliação é feita após 96 horas. O resultado do teste é positivo quando no local de determinada substância aparece vermelhidão e até mesmo bolhas.

Tratamento

tratamento para alergia a esmalte de unha ou dermatite de contato é feito através de medicações para controlar as lesões, como em qualquer outra alergia. Pensando nas mulheres que sofrem com esta alergia e não podem usar os esmaltes convencionais, mas querem estar com as unhas sempre bonitas, foram criados os esmaltes hipoalergênicos.
Há algum tempo atrás não era fácil encontrar esmaltes sem as substâncias causadoras de alergias, mas hoje em dia, muitos fabricantes já disponibilizam linhas específicas destes produtos, inclusive lançando versões hipoalergênicas das tendências em cores de esmaltes.
Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br/alergia-a-esmalte-de-unha/

O fato é... já tentei até os hipoalergênicos, mas foi em vão. Mais uma vez me ferrei. O que fazer meninas.. socorroooooo!!! Pintei as minhas unhas no sábado e domingo cedo já tive que retirar todo o esmalte. Comecei a tomar o antialérgico... quase fiquei dopada, e nada. Meus olhos estão queimando, meu rosto todo vermelho, pescoço coçando.. dedos coçando. Socorro!!!

Mais um encontro com muita ArTe

Meninas, desculpe por não ter sido uma boa anfitriã, mas a alergia a esmalte acabou comigo neste final de semana. Tô farta de tomar antialérgico. Prometo que sexta-feira vou estar bem melhor. 








segunda-feira, 18 de julho de 2011

Como organizar calçados

 Aproveite as dicas para deixar os calçados em ordem e conservados por mais tempo.

Ninguém gosta de ver sapatos espalhados pela casa, atrapalhando a passagem e aumentando o perigo de alguém tropeçar e cair. Por esses motivos, é importante manter os calçados sempre organizados.
 
Além disso, se estiverem sempre bem guardados, eles podem ser encontrados facilmente sempre que você precisar de algum dos pares. Existem algumas dicas para organizar e guardar sapatos que podem ajudar nessa arrumação, veja:

Sapateira

Uma das alternativas mais fáceis paradeixar os sapatos arrumados é ter um armário exclusivo só para eles. Existem diversos modelos de sapateiras: as sapateiras de madeira com várias prateleiras e as com gavetas, as sapateiras de parede em gancho ou prateleiras de alumínio e as sapateiras colméia, que podem ser de plástico ou madeira. 
Uma ideia para quando as máquinas chegarem.
Nesses armários específicos para guardar sapatos, eles ficam bem organizados e visíveis, facilitando a escolha e retirada para o uso. Mas é preciso ter espaço em casa para acomodar a sapateira.
Porta sapatos
Se sua casa não tem muito espaço, você pode optar por um porta sapatos. Os porta sapatos podem ser colocados atrás da porta do banheiro, quarto ou despensa.
Os pares ficam ficam organizados e sempre à mostra. Geralmente, os porta sapatos são uma opção barata e prática, porém alguns sapatos maiores podem não caber em determinados modelos.


Caixas e baús

Caso queira manter os sapatos guardados em um local onde ninguém os veja, procure guardá-los em caixas ou baús. Existem baús para guardar sapatos que têm algumas partes abertas para que os calçados não fiquem abafados e úmidos. Se preferir guardar os calçados em caixas, prefira as caixas transparentes para facilitar na hora de encontrar o calçado que você quer. Não se esqueça de que as caixas precisam ser arejadas ou que é preciso deixar ao menos um pequeno espaço aberto.

Use a criatividade

Se não tiver lugares específicos para armazenar os calçados em casa, use a criatividade e aproveite os espaços não utilizados para guardar seus sapatos de forma organizada. Lembre-se que é importante manter os sapatos limpos e em locais arejados para que não fiquem com mau cheiro e conservados por mais tempo.

Momentos....

Mais um encontro com muita Arte.....




Meu porta tempero

Uma Arte...que não durou muito tempo.